Sistemas de controle de iluminação e os bons retornos que você nem imagina

439_161212--Sistemas-de-controle-de-ilumina__o_02_original

A iluminação consome mais energia elétrica do que qualquer outro sistema que precisa de eletricidade em um edifício comercial, sendo responsável por nada menos que cerca de 38% do total gasto. Esta informação por si só já é o suficiente para explicar a importância de um sistema de controle de iluminação em qualquer empreendimento.

Quando temos controle sobre como as luzes são utilizadas e por quanto tempo, o quão brilhante elas são e até mesmo como elas são configuradas dentro de um espaço, isso diminui drasticamente os custos operacionais e pode elevar as receitas e o lucro. Podemos estar vivendo em um momento de bandeira verde das contas de energia elétrica, mas é indiscutível que a eletricidade é um ativo caro no Brasil, e jamais pode ser desperdiçado, ou pior: ignorado.

Um sistema de controle de iluminação bem planejado e devidamente concebido pode economizar mais energia do que qualquer outro sistema em um edifício.

Estratégias de controle e iluminação

Dispositivos como sensores de presença já são familiares para a grande maioria das pessoas. Eles economizam por volta de 15% a 20% de energia em um edifício, ligando as luzes apagadas quando um movimento é detectado e apagando-as quando não há movimentação por um período determinado. Quando o espaço não está em uso nada é mais inútil do que uma luz acesa.

Entretanto, embora estes dispositivos sejam um grande passo para quem busca a redução do consumo de energia, eles não são nem um pouco eficazes quando se trata de reduzir o consumo quando as luzes estão acesas – e precisam estar.

O uso combinado de tecnologias mais avançadas, como uma colheita correta da luz natural e controle pessoal da iluminação, pode economizar de 80% a 85% da energia de iluminação nas áreas específicas de um edifício. Estas estratégias não apenas reduzem o consumo de energia, mas também podem melhorar muito o ambiente de um espaço, e até mesmo a produtividade e o ânimo dos seus ocupantes

Com o uso combinado de estratégias é perfeitamente aceitável que um edifício comercial consiga reduzir o consumo de energia de iluminação pela metade – ou até mais – utilizando os seguintes pontos:

  • Utilizar a luz do dia
  • As luzes não precisam estar sempre acesas
  • Iluminação correta para as escadas

 

Fonte: Revista da Instalação, edição 07, páginas 28 e 29

Leia a matéria completa em: http://www.revistadainstalacao.com.br/downloads/revista/edicao-007.pdf